São Paulo, 17 de Julho de 2004.

 

Aos Deputados Estaduais e Federais de São Paulo e outras autoridades.

 

Conforme a Constituição da República Federativa do Brasil de 05 de outubro de 1988, no Artigo 7º - "São direitos dos trabalhadores urbanos e rurais, além de outros que visem à melhoria de sua condição social". Inciso XIV - "jornada de seis horas para o trabalho realizado em turnos ininterruptos de revezamento, salvo negociação coletiva";

Seria oportuno, que as autoridades estivessem envolvidas com o transporte público nos bairros, evitando-se os carros oficiais, principalmente nos horários de maior movimento. Com essa atitude muitos problemas com as linhas urbanas, seriam resolvidos, com benefício para a toda a população.

 

Com relação à citação da Constituição Federal, sugiro a implantação de Linhas Circulares, retirando-se os pontos iniciais no centro da cidade e nos pontos comerciais, onde essas aglomerações dificultam a circulação de passageiros.

 

Cada viagem é considerada a partida e o retorno ao ponto inicial. Para o Sistema de Transporte Público o que determina o recebimento da passagem é a contagem do passageiro na catraca, não a quantidade de viagens estabelecidas.

 

O sistema operando com Linhas Circulares, os carros passariam pelo centro da cidade e retornaria com os passageiros nos terminais, não havendo aglomerações, nem controles de viagens pelos fiscais nos pontos do centro, mas, nos pontos iniciais, onde também, não haveria "acúmulo de carros", pois, estariam apenas fazendo os apontamentos nos relatórios e em seguida partindo para nova circulação na linha.

 

Quanto à jornada de trabalho de seis horas, a cada retorno ao ponto inicial, durante a preparação do relatório pelo fiscal, os operadores teriam a oportunidade de alimentação e outras necessidades fisiológicas.

 

Outro ponto importante é a escala de trabalho com seis horas, sendo que teriam que ser fixadas conforme o critério das empresas.

 

Nossa sugestão: 1ª das 00h00 às 6h00 - 2ª das 6h00 às 12h00 - 3ª das 12h00 às 18h00 - 4ª das 18h00 às 00h00.

 

A circulação de ônibus 24 horas daria mais oportunidades de empregos, atenderia às atividades noturnas, principalmente nos grandes centros, garantiria mais segurança à população.

 

Com maior circulação de linhas, haveria mais opções de transporte para a população, com melhor aproveitamento dos proprietários de carros particulares, que utilizariam os coletivos para suas viagens, diminuindo-se consideravelmente a circulação desses veículos. O trânsito estaria mais desafogado que o estado atual, no transporte público e na população.

  

Jayme Pereira da Silva

e-mail: jaymensagens@globo.com

revista musical: www.jaymesilva.com.br