TRIBUNAL DE CONTAS DO MUNICÍPIO

O TCM tem feito várias restrições (necessárias) com relação às Licitações dos Ônibus desde 2013, sendo um dos entraves que não se aprovam as Licitações de Ônibus em São Paulo.

Sugerimos que os senhores conselheiros do TCM utilizem os transportes públicos diariamente, juntamente com seus familiares e auxiliares diretos e indiretos para avaliarem melhor essa prestação de serviços, que é muito importante para a cidade de São Paulo.

Parece que é uma sugestão utópica, mas, é a única forma de resolver esse impasse de mais de cinco anos, com muitas audiências e reuniões políticas e populares sem solução aparente. Estão “brincando” com a população de “administração” e as empresas concessionárias dos transportes que são vítimas dos monopólios.

Temos sugerido várias formas de prestação de serviço na área de transporte público. Os técnicos da SPTRANS e SMT parecem que são adversários entre si, não definem os propósitos, cada qual quer que a opinião prevaleça, não admitindo as sugestões externas.

O sistema de transporte público de São Paulo tem mais de setenta anos de experiência (desde a criação da CMTC em 1946) já tem muita experiência na área administrativa, só precisa melhorar o atendimento da população.

“Tempo é dinheiro, ganhe dinheiro não perdendo tempo”, como dizia o ditado antigamente. Hoje perdemos muito tempo nos transportes públicos das grandes cidades com os congestionamentos e as tabelas restritas. Esse prejuízo poderia ser evitado com muito lucro se houvesse a conscientização dos órgãos públicos do transporte (SMT e SPTRANS) em São Paulo.

Não é alterando os itinerários das linhas, os percursos das operações, as cores dos veículos, que vai resolver o problema das licitações. A solução está em melhorar o atendimento da população.

Atenciosamente,

Jayme Pereira da Silva

São Paulo, (sábado) 22 de setembro de 2018

jaymensagens@globo.com

www.jaymesilva.com.br