Sugestão para a Secretaria Municipal de Transportes

 

O ônibus é a forma escolhida pela maioria da população nos grandes centros, pois, transporta a maior parcela dos passageiros nos coletivos, sendo muitas vezes a única opção. Mas, o ônibus tem pouco a oferecer e são usualmente percebidos como superlotados. Como os ônibus podem ser transformados em algo mais atraente para empresários, empreendedores imobiliários e usuários potenciais? A resposta pode ser encontrada no próprio veículo, na qualidade dos serviços, na aparência dos pontos de parada e, finalmente, no perfil dos demais passageiros.

 

Os ônibus são vistos como transporte para viagem de passageiros pobres, estudantes e outros com poucas opções de escolha do transporte. Para que os ônibus possam atrair mais passageiros, eles precisam atrair segmentos mais variados da população incluindo passageiros da classe média e alta. Atrair com sucesso esses passageiros irá melhorar o serviço para todos, além de criar um mercado mais diversificado para encorajar os empreendimentos em torno dos corredores e terminais de ônibus.

 

Para incentivar a demanda, os ônibus devem ser atraentes, limpos, rápidos e confortáveis.

Os ônibus também devem ser bem identificados e oferecer um serviço regular e confiável. Pontos de parada devem ser atraentes e confortáveis, especialmente sob o mal tempo, e devem trazer informações claras sobre os horários e mapas, tanto das linhas locais como do sistema atualizado. A informação deve permitir aos passageiros que determinem sem dificuldade como chegar a seus destinos.

 

Os ônibus devem circular a cada minuto durante as horas de pico e a cada poucos minutos ao longo do dia, oferecendo aos que trabalham no centro, moradores e visitantes acesso conveniente às muitas atrações da cidade, como: shopping centers, parques, bancos, comércios e indústrias, etc... Os ônibus têm a vantagem de serem flexíveis, por exemplo, a operação pode passar de paradas frequentes nos bairros para um serviço de alta velocidade em vias expressas.

 

Ônibus com maior frequência, com menor intervalo, sugere uma viagem mais confortável e estimula uma vida mais tranquila para os passageiros idosos e trabalhadores em geral, pois, a rapidez vai estimular os proprietários de carros a deixarem nas garagens, utilizando o transporte coletivo.

 

Outra sugestão é a intervenção com auditoria e fiscalização do trabalho nas empresas de transportes e cooperativas, para localizar as irregularidades como aconteceu em 1983/84 pela CMTC quando 17 empresas ficaram em “estado de intervenção”.

 

Jayme Pereira da Silva

jaymensagens@r7.com

Brasilândia, 17/junho/2013

 

 


Sugestão para os ônibus por tamanho:

 

Pequenos (com duas portas) – circulares para atender os bairros e outras linhas.

Médios (com duas portas) – circularem em bairros de longas distantes.

Grandes (com quatro portas) Articulados e Biarticulados – só circularem entre os corredores e terminais.

 

Ônibus em circulação não congestiona o tráfego, mas, lotado congestiona...