Recuperação do Sistema Cantareira ganha mais de 6,6 mil mudas nativas

Plantio foi realizado pela Concessionária Move São Paulo e faz parte do Programa Nascentes, do governo estadual.

DANIELLE VALENTIM  23 de Junho de 2015 | 10h27

Iniciativa faz parte da compensação ambiental obrigató


(Foto: Divulgação)

O sítio Santo Antônio, localizado na cidade de Joanópolis, nas proximidades do Sistema Cantareira (SP), acaba de receber 6.664 mudas de espécies nativas da Mata Atlântica. O plantio foi realizado pela Concessionária Move São Paulo e faz parte do Programa Nascentes, do governo estadual.

De acordo com Painel Florestal, a iniciativa, recém-finalizada, faz parte da compensação ambiental obrigatória, devido às obras de construção, operação e manutenção da Linha 6-Laranja do metrô. A concessionária contou com o apoio de duas empresas especializadas em recuperação ambiental, a Iniciativa Verde e a Da Serra Reflorestamento, para que o plantio fosse realizado em uma área de quatro hectares, no interior paulista.

O sítio que abrigou o projeto está localizado no entorno de uma das nascentes do Ribeirão Correnteza, rio responsável por garantir o abastecimento na cidade de Joanópolis. O manancial pertence ao Sistema Cantareira, uma das principais fontes de água potável da região metropolitana de São Paulo e um dos reservatórios que mais sofre com a escassez.

PROGRAMA

O Nascentes é um programa do Governo do Estado, envolvendo nove Secretarias de Estado, cuja meta inicial é restaurar 20 mil hectares de matas ciliares e proteger seis mil quilômetros de cursos d´água, por meio do direcionamento de investimentos públicos e privados. Isso será possível por meio de um arranjo no qual empresas financiam projetos de restauração para compensar passivos ambientais. As ações iniciais são voltadas às bacias hidrográficas do Alto Tietê, Paraíba do Sul e Piracicaba-Capivari-Jundiaí, regiões que concentram mais de 30 milhões de habitantes.

A Move São Paulo é a primeira concessionária a integrar o projeto e destinar suas iniciativas de compensação ambiental à recuperação de áreas de mananciais.

fonte: