A Minha História
A Minha História

Como é difícil falar ou escrever sobre alguém que está muito próximo ou dentro da gente.
Vou tentar fazer um retrato, traçando meu perfil.
Nasci em São Paulo no dia 6 de Outubro de 1946, às 7:00 horas num domingo ensolarado, no bairro de Vila Anastácio, Zona Oeste da capital.
Completei meu estudo no Grupo Escolar Vila Zatt, num galpão de madeira, onde tive conhecimento dos primeiros conceitos de vida social.
Aos catorze anos fui batizado pelo pastor Benedito Peçanha na Igreja Batista de Vila Zatt, à Rua Santo Antonio, 2C - (hoje Rua Prof. Aldo Locatelli, 375/385), na noite de passagem da década, na noite de vigília às 1h30 do dia 1º de Janeiro de 1961.
Desde meus nove anos de idade, participei das programações da igreja organizada em 15 de Novembro de 1955, onde a minha mãe dona Marinetti Vilela da Silva, foi a primeira zeladora da igreja, onde aprendi a arrumar as cadeiras e limpeza do pequeno templo, mas muito acolhedor.
Meu pai, falecido em 14/julho/1983, Julião Pereira da Silva, como, também, um dos fundadores da Igreja Batista de Vila Zatt, participou de todas as construções, desde a fundação, com o seu trabalho braçal, deixando-nos exemplos de participação na comunidade.
Participei do Conjunto Coral da Igreja, ainda sob a regência de Jarbas Duarte, depois de Izaías José dos Santos e outros.
Como colaborador na igreja, fui um dos responsáveis pelo Serviço de Alto-Falante da Igreja, como auxiliar do irmão Davi Silva França, o Josemir, Josias e Salvador Peçanha, éramos a equipe que cuidava do som interno e externo da igreja, transmitíamos os cultos noturnos dos domingos pelo "Serviço de Alto-Falante da Igreja Batista de Vila Zatt" num amplificador de som Delta com 300 watts de potência, com três cornetas Delta, no alto da torre do templo, aos domingos pela manhã, antes da Escola Dominical, transmitíamos uma programação para despertar a população, que alcançava um raio de aproximadamente 3 km de distância, com mensagens e hinos gravados em discos (78 rpm).
Participei de um grupo de adolescentes da igreja, íamos a pé até a estação de trens em Pirituba, tomávamos o trem até a Cidade de Mauá, levando discos e scripts, onde fazíamos num serviço de alto-falante no Jardim Zaíra, programas evangélicos aos sábados à tarde, levando mensagens gravadas.
Com dezesseis anos, participei do Grande Coral Billy Graham no Estádio do Pacaembu na semana de 5 a 12 de Agosto de 1962 na Cruzada Evangelística Billy Graham, após aquela semana, deu-se o início do Madrigal Coros Angélicos, organizado em 15 de Outubro de 1962 na Igreja Batista da Lapa, à Rua Dronsfield, 141 - sob a regência da Professora Hildalea Gaidzakian, já ultrapassamos o 50º aniversário de organização.
Olhando o meu currículo comunitário, encontro algumas conquistas, das quais me envaidecem, "modéstia à parte":
1ª - Criação da CMTC da Linha 8538 Vila Iara - República (05.04.1984);
2ª - A construção da ligação (canalização) da Rua Macedônia e Av. Michihisa Murata;
3ª - A inauguração do Sacolão do Trabalhador na Estrada do Sabão (25.05.1991);
4ª - A sugestão para implantação das Subprefeituras de São Paulo (25/outubro/1991) implantadas em 1º de Agosto de 2002;
5ª - A sugestão da inversão das catracas nos ônibus urbanos em São Paulo (8/novembro/1991) aplicação da sugestão em janeiro/1992;
6ª - A transferência da Linha 8213 Brasilândia - Praça Júlio Mesquita (26/janeiro/1992);
7ª - A Linha do ônibus executivo 601E Brasilândia - Paulista (09/março/1992);
8ª - Reconhecimento da Associação Comercial de São Paulo para sugestão de 14/março/1988 no Sistema Telecheque 0800-11-1522 em 07/novembro/1997;
Essas informações constam em nosso Currículo Comunitário
Entre outras publicadas em jornais, principalmente, na área do transporte público.

Em 03/junho/1967 comecei namorar a Olinda Ignácio da Silva, em 17/junho/1972 ficamos noivos e em 12/maio/1973, casei-me com Olinda Pereira da Silva na Igreja Batista de Vila Zatt, onde o oficiante foi o pastor José Motta dos Reis Pessoa, temos três (belas) filhas, Luciana, Claudia e Fernanda, sou avô da Thalyta, do Fernando, da Isabela, do Guilherme, do Thiago e do Vitor. A Isabela foi a última criança apresentada na Igreja Batista em Morro Grande, do Século 20 em 31 de Dezembro de 2000, pelos pastores Edson Plaza e Ivo Gomes de Almeida.
No dia 18 de Dezembro de 2008 às 7h15, nasceu o nosso sexto neto o Vitor com 3.945 gramas e 50 centímetros filho da Luciana e Josué.
O meu genro Sandro de Oliveira Sanches Baena, é pastor da Igreja Presbiteriana de Vila Terezinha, na Brasilândia, é casado com a Claudia.
O meu genro Josué Silva Zibordi casado com a Luciana é o diretor musical do Quarteto Esperança e Fé, que tem como 2º tenor o Fernando de Souza Santos, que casou com a Fernanda no dia 28 de Outubro de 2006.
Nasceu às 7h47 do dia 25 de Julho de 2011 a Beatriz, filha da Fernanda e do Fernando com 2.910 gramas e 47 centímetros de altura.
Em 23 de Julho de 2016 nasceu às 15h07 com 3,450kg e 50,5cm a nossa primeira bisneta a Luiza filha da nossa neta Thalyta e Aurelio.
Em 12 de Maio de 2017 às 18h00 nasceu o nossa oitavo neto o Bernardo filho da nossa filha Fernanda e Fernando, pesando 2,655kg e 44cm.


A minha família é integrada aos trabalhos das Igrejas, cada qual em um setor, isso me traz felicidade, pois, "a família é plano de Deus para a humanidade".

Por tudo isso, sou orgulhoso em dizer: "sou privilegiado"
Jayme Pereira da Silva
E-mail: jaymensagens@globo.com


E