HOJE É DIA DO JORNALISTA

Jayme Pereira da Silva


Como em todas as datas comemorativas, sempre alguém não concorda e diz: “Esta data deve ser comemorada todos os dias” por isso, coloquei no final desse texto duas referências extraídas da internet para homenagear os profissionais em qualquer data e poderão aparecer outras datas.

Esta é uma das profissões que atualmente exige-se diploma universitário, mas, que nem sempre foi assim.

Não me considero “jornalista” mesmo porque não estudei especificamente para tal, mas, gosto da arte de escrever. Estudei até o quarto ano primário em 1958, mas tive uma formação acadêmica desde os meus sete anos (1953) nos bancos da Escola Bíblica Dominical na Igreja Batista de Vila Zatt, passei por várias classes desde a infância, continuo estudando até hoje na Igreja Batista em Morro Grande.

Estou dizendo isso não para justificar a minha frustração, mas, para dizer que o trabalho religioso na vida de uma pessoa desde a infância até mesmo adulta, traz vários benefícios para a sociedade, que vê a “igreja” como um refúgio de alienados.

Sou a favor da preparação acadêmica nas escolas especializadas, principalmente as particulares que se espalharam por todos os cantos da nossa pátria, facilitando a formação de muitos profissionais competentes.

Mesmo com todas as críticas que as igrejas recebem, ainda é o melhor lugar para a formação moral do indivíduo e de uma nação!

Aprendi muito trabalhando como vendedor de anúncios, redator, editor e distribuidor do - JP - Jornal Popular dos Bairros em 1990 um tablóide mensal com oito páginas, na Brasilândia, Pirituba e adjacências.

Aos meus amigos Jornalistas reais e virtuais, a minha simples homenagem neste Dia do Jornalista, (não importa a data de hoje).  



informe 1:

 

Este é o dia oficial da profissão de jornalista. Esta comemoração foi criada pela  Associação Brasileira de Imprensa como homenagem a Giovanni Battista Libero Badaró.

Giovanni Badaró foi médico e jornalista e foi assassinado no dia 22 de novembro de 1830, em São Paulo, por alguns dos seus inimigos políticos. O movimento popular que se gerou por causa do seu assassinato levou a que D. Pedro I abdicasse em 1831, no dia 7 de abril.

Foi só em 1931, cem anos depois do acontecimento, é que surgiu a homenagem e o dia 7 de abril passou a ser “Dia do Jornalista”.

Fonte: http://www.calendarr.com/brasil/dia-do-jornalista/



informe 2:

 

A imprensa brasileira completa 206 anos em 2014. Essa importante data se deve ao trabalho e dedicação de todos os jornalistas, que merecem ser reconhecidos.

Mas para homenagear os profissionais da imprensa, uma pesquisa feita sobre essa data apontou outros dias como possíveis dias do jornalista: 24 de janeiro, 29 de janeiro, 16 de fevereiro, 3 de maio e 1º de junho.

Em consulta a mais de cem sites diferenciados, jornais, revistas e a obra “História da Imprensa no Brasil”, de Nelson Werneck Sodré sobre a formação da imprensa no Brasil -, vários acontecimentos ligados a todas as datas foram citados:

24 de janeiro - Data do padroeiro da profissão, São Francisco de Sales (bispo e doutor da Igreja Católica) para homenagear os profissionais do jornalismo.

29 de janeiro  – A data é, de longe, mais citada nos calendários comemorativos brasileiros mas, ao mesmo tempo, a que menos tem referências à sua criação. As informações vão desde uma homenagem ao jornalista e abolicionista José do Patrocínio (que teria falecido, nesta data, em 1905) até sendo uma data exclusivamente católica.

16 de fevereiro - Dia do Repórter. Ao contrário do que o senso comum, repórter não é sinônimo de jornalista. A função de repórter é apenas mais uma das que os jornalistas podem exercer.

07 de abril - Foi instituído pela Associação Brasileira de Imprensa em homenagem a João Batista Líbero Badaró, médico e jornalista, que morreu assassinado por inimigos políticos, em São Paulo, em 22 de novembro de 1830. O movimento popular gerado por sua morte levou à abdicação de D. Pedro I, no dia 7 de abril de 1831. Um século depois, em 1931, em homenagem a esse acontecimento, o dia 7 de abril foi instituído como o “Dia do Jornalista”.

03 de maio - Pode ser considerado o Dia do Jornalista por ser a data da Liberdade de Imprensa, decretada pela ONU em 1993.

01 de junho - Dia da Imprensa que durante 192 anos foi comemorado, erroneamente, em 10 de setembro (atribuía-se à Gazeta do Rio de Janeiro, jornal oficial do Império, ser o primeiro jornal brasileiro). No Brasil, a Imprensa surge em 1808, quando passou a circular, em 1º de junho, o “Correio Braziliense”, editado em Londres por Hipólito José da Costa Pereira Furtado de Mendonça.

E quanto ao dia mundial? Levando em conta o maior número de pessoas comemorando, o dia 8 de novembro seria o dia oficial, em que 1,3 bilhões de chineses comemoram a data. Nos EUA, o dia do jornalista é comemorado em 8 de agosto e mais datas surgem em pesquisas em outros países.

Fonte: http://www.washington.blog.br/2012/01/29/comemora-se-dia-dos-profissionais-do-jornalismo-em-seis-datas-diferentes/



- Exercendo a Cidadania na Brasilândia - ajude-nos na divulgação do nosso trabalho comunitário. Colaborando com a Cultura e a História Brasileira...