São Paulo, (segunda-feira) 06 de Janeiro de 2020

 

À

SECRETARIA MUNICIPAL DE MOBILIDADE E TRANSPORTES

Via site:

 

ASSESSORIA DE RELACIONAMENTO COM O USUÁRIO

Via SPTRANS – São Paulo Transporte S. A.

 

C/Cópia aos Vereadores da Cidade de São Paulo e Outros.

 

Referência ao Crescimento Populacional da nossa Região:

 

A Associação dos Moradores do Conjunto Residencial Barra do Jacaré I e II, já fez o pedido de Linha de Ônibus partindo dessa localidade, Rua Barra do Jacaré, 314/320 – Vila Zatt – Zona Noroeste da capital paulista, pois, em breve será habitado por 592 famílias, que participaram dos mutirões para a construção de apartamentos em diversas torres.

 

A nossa preocupação é que a SPTRANS desvie condução de outros bairros próximos para circular na região desse Condomínio, o que causará transtornos pela provável lotação, como acontece em ocasiões de novos centros habitacionais. A nossa região é carente de mais conduções, mesmo antes da construção desse conjunto de apartamentos, por isso, estamos sugerindo que sejam criadas linhas circulares para atendimento em diversas regiões.

 

Foi anunciado em 25 de julho de 2019(*) “Gestão Bruno Covas pode tirar 260 ônibus de circulação de São Paulo em agosto” nos meios de comunicação e “Podem ser retirados das ruas em torno de 260 ônibus em agosto. Em setembro, a perda pode ser de mais 90 ônibus aproximadamente”, não percebemos a diferença, se é que realmente houve essa retirada, conforme foi anúnciado, mas, fica a nossa preocupação com esses novos moradores, que certamente precisarão se locomover para outros locais.

 

Na região da Brasilândia, Rua Raulino Galdino da Silva, 72 - próximo ao Sacolão da Estrada do Sabão, há um conjunto residencial com três torres, que brevemente será habitado e não há estacionamento para os moradores, causará dificuldade para os moradores da região.

 

Ainda em fase de acabamento o Hospital Municipal da Brasilândia que será inaugurado em breve, havendo a necessidade de mais ônibus nas Linhas existentes.

 

O Transporte Público é um dos recursos do Estado para o desenvovimento do Município.

 

Se houvesse mais ônibus em circulação, haveria menos automóveis nas ruas, pois, o proprietário de automóvel, deixaria seu carro na garagem e usaria o transporte público, como acontece em muitos lugares, onde a oferta de condução é maior e melhor, pois, haveria mais segurança e conforto para todos. Analisem o serviço do metrô que transporta muitos passageiros e os locais por onde servem a população com limpeza e segurança.

 

A população em toda a Cidade de São Paulo está crescendo, precisando de mais condução, para a circulação de mais ônibus nas ruas, por isso, a malha viária deveria ser ampliada para oferecer mais opções.

 

O transporte público não é luxo para a população, mas, uma necessidade diária. Precisamos de menos intervalos entre as partidas, com isso, teremos mais ônibus circulando com menos passageiros nos pontos intermediários. Havendo mais segurança nas ruas, haverá mais usuários nos ônibus. A demanda reprimida existente passará a utilizar o transporte público.

 

 “Onde há Ordem, haverá Progresso. Onde houver Progresso sem Ordem é Duvidoso”

 

Atenciosamente,

 

Jayme Pereira da Silva

www.jaymesilva.com.br

jaymensagens@globo.com

 

(*) Conforme publicado no site do Sindicato dos Mororistas e Cobradores de São Paulo: http://www.sindmotoristas.org.br/noticia/gestao-bruno-covas-pode-tirar-260-onibus-de-circulacao-de-sao-paulo-em-agosto/